Hospital Especializado
Entre em contato (16) 3913-0004
0 comentários

O comportamento do organismo durante o riso.

O comportamento do organismo durante o riso.

Você sabia que, quando em repouso, o nosso coração bate cerca de 70 vezes por minuto? Acontece que durante uma gargalhada, esse número pode chegar até 120 vezes, aumentando o fluxo sanguíneo devido ao acréscimo no número de batimentos. Esse fator pode contribuir para uma oxigenação mais intensa dos tecidos.

A risada também pode estimular a produção de betaendorfinas, um analgésico natural que ajuda a relaxar e combater dores musculares. Essa substância, ao ser produzida em maior quantidade, pode diminuir a tensão muscular e proporcionar uma sensação de relaxamento. O riso também possui um efeito anti-inflamatório, principalmente nas juntas e nos ossos, sendo capaz de auxiliar na redução de inflamações e aliviar a dor em condições artríticas.

E, pra mostrar que os benefícios realmente fazem parte dessa prática deliciosa, até as lágrimas que emergem após um riso intenso podem fazer bem. Isso acontece porque durante esse processo a quantidade de imunoglobinas aumenta no nosso canal lacrimal, e esse anticorpo é um dos responsáveis pela primeira linha de defesa do organismo contra algumas infecções virais e bacterianas.

Continue lendo. →
0 comentários

Prós e contras de praticar exercícios físicos durante a noite

Prós e contras de praticar exercícios físicos durante a noite

Como seu corpo está disperto a mais tempo, o organismo responde com rapidez e eficácia, o que ajuda a diminuir o risco de lesões e possíveis fraturas.

Considerando que a maioria das pessoas desenvolve suas principais atividades durante o dia, destinar o período noturno à prática de exercícios pode significar mais tempo e calma na execução das atividades, somando outra vantagem para essa opção.

Encontros de última hora com amigos, familiares ou cônjuges são mais comuns nesse momento, aumentando consideravelmente a lista de distrações e desculpas para faltar aos treinos e atividades.

Entra para o time das desvantagens as limitações dos tipos de exercícios que podem ser feitos. Quem prefere atividades ao ar livre pode acabar sendo prejudicado devido à pouca iluminação e às baixas temperaturas, por exemplo.

Por último, mas não menos importante, está o cuidado com o sono. Sessões de exercícios físicos não são aconselháveis em horários próximos ao de dormir, uma vez que a prática intensifica o estado desperto, dificulta o adormecer e pode ter influências negativas sobre a qualidade do sono.

É importante organizar da forma que funcione melhor para você e seu metabolismo. Assim, não importa qua...

Continue lendo. →
0 comentários

5 passos para conquistar uma alimentação mais saudável

5 passos para conquistar uma alimentação mais saudável

1- Saiba o que você está comendo

Entender melhor o que esta sendo ingerido é muito importante. Tente se livrar das promessas de praticidade que acompanham os pratos congelados e industrializados. As quantidades de conservantes contidas nesses tipos de produtos, entre outras substâncias, podem comprometer o seu bem-estar. A dica é aumentar a porcentagem de produtos naturais e orgânicos na dieta e diminuir gradativamente os prejudiciais.

2- Evite frituras

O alto consumo de frituras pode trazer diversas complicações para a nossa saúde, pois esses alimentos favorecem o aparecimento de doenças cardiovasculares, aumento da pressão arterial, desenvolvimento de câncer, redução do crescimento, má absorção de nutrientes, e até resistência à insulina. Somado aos malefícios da ingestão exacerbada está a alta quantidade de calorias em vista de um baixo valor nutricional, além disso, há o acúmulo de gordura abdominal e a produção de acroleína, substância altamente cancerígena.

3- Exclua o refrigerante

Companheiro fiel das frituras, a bebida segue o mesmo padrão quanto aos baixos níveis de nutrientes comparados aos índices calóricos. Para eliminar as substâncias químicas existentes nele, o nosso organ...

Continue lendo. →
0 comentários

Hipertensão. Muito além do alto consumo de sal.

Hipertensão. Muito além do alto consumo de sal.

Você sabia que a hipertensão pode estar ligada a casos de acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca e renal, enfarte e aneurisma arterial? A doença que, segundo o Ministério da Saúde, chega a afetar 30 milhões de brasileiros, pode ter causas variadas incluindo o consumo elevado de bebidas alcoólicas, altos níveis de estresse emocional, o sedentarismo e até mesmo a falta de períodos de sono adequados.


Há quem diga que o sal é o único grande vilão para os hipertensivos, mas não é bem assim. Apesar de o consumo exacerbado de sal ser contraindicado, existem vários outros fatores a serem considerados. O tabagismo, por exemplo, pode aumentar a pressão sanguínea e desta forma entra para o time dos vilões, assim como uma alimentação desregulada e regada à ingestão de alimentos gordurosos.


Os exercícios aeróbicos, como andar de bicicleta e caminhar podem ter efeitos benéficos sobre a pressão arterial, por levarem a uma maior produção de substâncias que relaxam as paredes dos vasos sanguíneos e diminuem a pressão.


Nos casos em que a hereditariedade é apontada como fator oriundo da manifestação da doença, não há, conhecidamente, uma cura comprovada. É importante destacar também que um g...

Continue lendo. →