Hospital Especializado
Entre em contato (16) 3913-0004
0 comentários

Cirurgia da mão.

Cirurgia da mão.

O Hospital especializado de Ribeirão Preto tornou-se, nos últimos anos, uma referência regional e nacional nas cirurgias de mão, tanto nos procedimentos ósseos, quanto em artroscopias e microcirurgias reparadoras. A instituição possui corpo clínico capacitado, equipamentos e técnicas cirúrgicas avançadas para solucionar todos os tipos de casos, entre eles os traumas, como lesões cortantes, esmagamentos, amputações e fraturas; sequelas de traumas, como as pseudoartroses; doenças degenerativas, como artroses e tendinoses; doenças compressivas de nervos e tendões e tendinopatias.

Somente em 2014 foram registados, em todo o Brasil, mais de 74 mil casos de afastamento no trabalho por traumatismo de cotovelo, antebraço, mãos e punho, segundo dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Já no estado de São Paulo, três em cada dez pedidos de auxílio doença são feitos em decorrência de problemas de traumatismo na mão, apontam dados do INSS coletados em 2015 – foram 146 mil solicitações que representam 29% do total de 505 mil pedidos feitos no ano passado, Entre as causas do traumatismo, a primeira (8%) é a fratura de dedos e a segunda (6%) a fratura ao nível do punho e mão, em terceiro lugar, vem a fratura da extremidade distal do rádio (5%).

Além dos acidentes de trabalho e também os de trânsito, destacam-se nas estatísticas as ocorrências domésticas, principalmente na cozinha, como cortes, pancadas e queimaduras. O problema se agrava em períodos como os das festas juninas, quando incidentes com fogos ocasionam inúmeras lesões, sendo que, uma em cada 10 pessoas que se acidentam em virtude do uso de fogos, acaba tendo membros amputados, especialmente os dedos.

“Em decorrência deste cenário, vale ressaltar a importância da especialidade da cirurgia de mão, área da medicina que se desenvolveu para casos complexos”, analisa o Dr. Salomão Chade, diretor do Hospital Especializado, cirurgião da mão e microcirurgião. Ele reforça que, muitas vezes, o sucesso na recuperação depende bastante da rapidez do atendimento, já que nas primeiras horas após o acidente, como amputações e lesões graves, é fundamental a adoção de procedimentos que somente centros especializados em cirurgia da mão são capazes de realizar.

Apesar do avanço das técnicas cirúrgicas, o Dr. Chade lembra que o melhor remédio continua sendo a prevenção de acidentes. “No trabalho, é importante a utilização dos EPIS e a atenção redobrada nas mais variadas atividades que podem gerar um trauma. Em casa, deve-se ter muito cuidador no manuseio de facas e vidros e, durante as festas juninas, com os fogos”, ressalta ele.

Comentários